Diversidade Cultural. Cidadania. Cultura Popular. Semiótica e Interpretação.

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Margaret Mead: Hall of the Pacific Peoples





Margaret Mead organizou essa sala, no Museu de Ciências Naturais de Nova Iorque, dividindo-a em 6 seções que refletiam a sua visão das principais regiões culturais na vasta area do Pacífico. As seções incluem os Povos da Australia, Indonesia, das Filipinas, Melanésia, Micronesia e Polinésia. Esse ambiente geograficamente e ecologicamente diverso contribuiu para a diversidade cultural dos Povos do Pacífico. 






Suas obras mais conhecidas são "Adolescência, sexo e cultura em Samoa" (1928) e "Sexo e temperamento em três sociedades primitivas" (1935). A antropóloga lança uma reflexão sobre a relação entre sexo e temperamento, ao formular perguntas como: em que grau o temperamento está biologicamente determinado pelo sexo?. Eram os homens inevitavelmente agressivos? Eram as mulheres inevitavelmente caseiras? Ela esperava ver se havia factores culturais ou sociais que afectassem o temperamento. 

As três culturas com que conviveu na Nova Guiné permitiram encontrar cada uma das variáveis que associamos como masculinas ou femininas em uma configuração diferente daquela encontrada na sociedade norte-americana. Mesmo para a antropóloga esse fato foi surpreendente e conduz ao questionamento das categorias que empregamos na classificação de gênero, ou seja, aquilo que entendemos como possuindo característica masculinas ou femininas. 



2 comentários:

ncanani disse...

Eu trabalhando duro, na ONU, e tu e a Malu só se divertindo, né...

Aline Sapiezinskas disse...

Fazer o que??? A gente tem que viver!!! hehehehh